Páginas: 1 [2] 3   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Vitória na CAN vale uma semana de sexo grátis  (Lida 9463 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
bobbyboy
Mensanos
Ícone
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2.161


« Responder #15 em: 16 de Fevereiro de 2013, 18:07 »


Claro... foi com esse principio de valores que os Portugueses iniciaram o tráfico de escravos!

Se os chefes das tribos os vendiam, porque não fazer negócio, enchemos barcos "negreiros" cheios de gente para trabalhar e vender nas costas americanas.

Realmente pensar no ser humano como um bem transicionavel e muito mais lógico!... que  aborrecido sublima-lo..  acreditar que somos mais que uma simples coisa ou por outra perfeitamente descartavel, consumivel...

Pois acredito que somos muito mais... do que simples mercadoria vendavel em qualquer esquina da vida... Mr. Grin


Continuo a perguntar: porque é que é legítimo alguém cobrar por servir à mesa num restaurante, mas não é legítimo cobrar por sexo? Porque é que uma mulher deve ter o direito de optar pela primeira e não deve ter o direito de optar pela segunda? Só porque envolve sexo, automaticamente é errado e imoral? Em que século é que estamos afinal?

Tens o direito de não concordar com a escolha que elas fazem. Não tens o direito de as proibir de fazer essa escolha. É assim tão difícil de perceber?
Registado

"Those who would give up essential liberty to purchase a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

Benjamin Franklin
HS
Visitante
« Responder #16 em: 16 de Fevereiro de 2013, 22:23 »


Continuo a perguntar: porque é que é legítimo alguém cobrar por servir à mesa num restaurante, mas não é legítimo cobrar por sexo? Porque é que uma mulher deve ter o direito de optar pela primeira e não deve ter o direito de optar pela segunda? Só porque envolve sexo, automaticamente é errado e imoral? Em que século é que estamos afinal?

Tens o direito de não concordar com a escolha que elas fazem. Não tens o direito de as proibir de fazer essa escolha. É assim tão difícil de perceber?


Nunca poderei concordar que um ser humano explore outrem, deem-lhe os nomes que quiserem...

Querem prostituição legalizada... estão a ser ingénuos.   Perguntem ao ninho o que pensam sobre o assunto!...

Quantas casas de alternes querem mais por esse Pais... E que eu saiba pagam impostos..

.
Registado
Davidze
Participante Regular
*
Offline Offline

Mensagens: 45


« Responder #17 em: 16 de Fevereiro de 2013, 22:37 »



Isto é exploração.
 Proíba-se a industria, proíba-se a agricultura. A legalização da prostituição so ajudaria a reduzir a exploração do sector, prostituição por si só apenas é exploração aos olhos dos retrógrados.
Registado
bobbyboy
Mensanos
Ícone
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2.161


« Responder #18 em: 17 de Fevereiro de 2013, 16:34 »


Nunca poderei concordar que um ser humano explore outrem, deem-lhe os nomes que quiserem...


Continuo a perguntar, porque é que é exploração uma mulher receber dinheiro por sexo, e não é exploração receber dinheiro por servir às mesas? Explica-me como se fosse muito estúpido qual é a diferença.

E já agora, nenhum comentário de revolta sobre prostituição masculina? Ai essa já não tem mal não é? A velha história de que um homem tem liberdade para trabalhar como quiser, mas se for uma mulher a fazê-lo, aí já é um escândalo...
Registado

"Those who would give up essential liberty to purchase a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

Benjamin Franklin
HS
Visitante
« Responder #19 em: 17 de Fevereiro de 2013, 23:41 »


Continuo a perguntar, porque é que é exploração uma mulher receber dinheiro por sexo, e não é exploração receber dinheiro por servir às mesas? Explica-me como se fosse muito estúpido qual é a diferença.

E já agora, nenhum comentário de revolta sobre prostituição masculina? Ai essa já não tem mal não é? A velha história de que um homem tem liberdade para trabalhar como quiser, mas se for uma mulher a fazê-lo, aí já é um escândalo...


Penso que não iremos chegar a lado nenhum com este diálogo, mas vou recapitular :-) :

Quando me referi a seres humanos estava implicito, ambos os sexos, mas pelos vistos entrelinhar os assuntos não é para ti Mr. Grin

E se queres falar em gėneros teremos que falar em tipos, mulher, homem e andrógenos e todos com as suas particularidades... inclusive no mundo da prostituição...

Ninguém em seu juízo perfeito terá por prazer sexo com vários parceiros diariamente e compulsivamente é um comportamento anti-natura...

Se para ti é um padrão normal problema teu Mr. Grin
Registado
Davidze
Participante Regular
*
Offline Offline

Mensagens: 45


« Responder #20 em: 18 de Fevereiro de 2013, 14:48 »


'Ninguem' no seu perfeito juízo irá servir, por prazer, à mesa... Se as pessoas trabalhassem por prazer não seria trabalho.
Registado
Looker
Mensanos
Profeta
*
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 4.867



« Responder #21 em: 18 de Fevereiro de 2013, 15:45 »


Citação de: HS
Ninguém em seu juízo perfeito terá por prazer sexo com vários parceiros diariamente e compulsivamente é um comportamento anti-natura...


Tudo depende da gestão que se faz do trabalho. Põe um professor a dar mais de 5 horas de aulas consecutivas e vê o estado a que ele chega. Também é anti-natura. (já agora, por lei, não se pode dar mais do que 5 horas de aulas seguidas)

Agora, parece-me é que estamos a falar de coisas diferentes.
É claro que as condições em que a prostituição hoje em dia se faz, são degradantes e não saudáveis. A legalização da prostituição poderia contribuir para que as coisas melhorassem.

Qual é o mal de se trabalhar na "indústria" do sexo por gosto?
A Asia Carrera é um bom exemplo...
Registado
bobbyboy
Mensanos
Ícone
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2.161


« Responder #22 em: 18 de Fevereiro de 2013, 17:41 »


Penso que não iremos chegar a lado nenhum com este diálogo, mas vou recapitular :-) :

Quando me referi a seres humanos estava implicito, ambos os sexos, mas pelos vistos entrelinhar os assuntos não é para ti Mr. Grin

E se queres falar em gėneros teremos que falar em tipos, mulher, homem e andrógenos e todos com as suas particularidades... inclusive no mundo da prostituição...

Ninguém em seu juízo perfeito terá por prazer sexo com vários parceiros diariamente e compulsivamente é um comportamento anti-natura...

Se para ti é um padrão normal problema teu Mr. Grin



Continuas sem responder: porque é que receber dinheiro por sexo é uma opção de trabalho menos legítima do que receber dinheiro por servir à mesa?
Registado

"Those who would give up essential liberty to purchase a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

Benjamin Franklin
HS
Visitante
« Responder #23 em: 18 de Fevereiro de 2013, 17:59 »


Tudo depende da gestão que se faz do trabalho. Põe um professor a dar mais de 5 horas de aulas consecutivas e vê o estado a que ele chega. Também é anti-natura. (já agora, por lei, não se pode dar mais do que 5 horas de aulas seguidas)

Agora, parece-me é que estamos a falar de coisas diferentes.
É claro que as condições em que a prostituição hoje em dia se faz, são degradantes e não saudáveis. A legalização da prostituição poderia contribuir para que as coisas melhorassem.

Qual é o mal de se trabalhar na "indústria" do sexo por gosto?
A Asia Carrera é um bom exemplo...


Ok!... vamos a exemplos efectivos de pessoas que andam no terreno e não simples comentários de meros observadores!

Trafico de mulheres para exploração sexual

Preta e Estrangeira…./ Não posso voltar ….

Resposta do Ninho

http://www.oninho.pt/
Registado
HS
Visitante
« Responder #24 em: 18 de Fevereiro de 2013, 18:01 »


Continuas sem responder: porque é que receber dinheiro por sexo é uma opção de trabalho menos legítima do que receber dinheiro por servir à mesa?


E vou continuar no mesmo ponto  Lips Sealed queres comparar o que para mim é incomparável  Mr. Grin

Registado
HS
Visitante
« Responder #25 em: 18 de Fevereiro de 2013, 18:15 »


Qual é o mal de se trabalhar na "indústria" do sexo por gosto?
A Asia Carrera é um bom exemplo...



Looker

A excepção não confirma a regra.  Sorri
Registado
bobbyboy
Mensanos
Ícone
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2.161


« Responder #26 em: 18 de Fevereiro de 2013, 18:40 »


http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=3037970

http://www.publico.pt/politica/noticia/casos-de-exploracao-de-trabalhadores-portugueses-na-suica-avolumamse-diz-deputado-do-ps-1584065

http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=exploracao-de-trabalhadores-no-corte-da-cana-continua-mesmo-com-mecanizacao&id=3217

http://www.revista.inf.br/contabeis09/pages/artigos/cc-edic09-anoV-art01.pdf

Podia rebentar a capacidade do servidor só com links destes.

Exploração de trabalhadores existe em todas as profissões, e deve ser investigada, perseguida e combatida policial e judicialmente. A solução não é proibir todas as profissões onde haja pessoas que são exploradas, se assim fosse ninguém trabalhava em coisa nenhuma.

Estamos a bater na mesma tecla. Para ti, prostituição é sinónimo de exploração, sempre e em qualquer situação. Na tua cabeça simplesmente não existe a possibilidade de que uma pessoa, por opção própria, escolha dedicar-se à profissão de prostitut@ como outras escolhem dedicar-se à profissão de pedreiro, empregado de mesa, caixeiro de supermercado, etc., não porque tenham gosto no trabalho, mas porque dá dinheiro. Aceitar que alguém faça essa escolha por opção própria, sem ser pressionado por ninguém, seria abalar os alicerces desse teu mundo interior e acordar para a realidade: que as pessoas têm o direito de fazer opções pessoais sobre as quais tu discordas. E isso seria impensável.
Registado

"Those who would give up essential liberty to purchase a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

Benjamin Franklin
HS
Visitante
« Responder #27 em: 18 de Fevereiro de 2013, 19:07 »



Estamos a bater na mesma tecla. Para ti, prostituição é sinónimo de exploração, sempre e em qualquer situação. Na tua cabeça simplesmente não existe a possibilidade de que uma pessoa, por opção própria, escolha dedicar-se à profissão de prostitut@ como outras escolhem dedicar-se à profissão de pedreiro, empregado de mesa, caixeiro de supermercado, etc., não porque tenham gosto no trabalho, mas porque dá dinheiro. Aceitar que alguém faça essa escolha por opção própria, sem ser pressionado por ninguém, seria abalar os alicerces desse teu mundo interior e acordar para a realidade: que as pessoas têm o direito de fazer opções pessoais sobre as quais tu discordas. E isso seria impensável.


Não não estamos, tu queres vulgarizar o que é do foro íntimo de cada um e transformá-lo num negócio, a Looker já referenciou alguém bem sucedido,  mas como disse e repito a excepção não faz a regra Sorri

No meu conceito estás a ser ingénuo...

Como diz o alentejano tu ficas com a tua, e eu fico com a minha!... Mr. Grin

Registado
Davidze
Participante Regular
*
Offline Offline

Mensagens: 45


« Responder #28 em: 18 de Fevereiro de 2013, 19:45 »


Regra que não pode ser feita pela excepção:
 Todas as pessoas querem trabalhar na prostituição.
Regra que pode ser feita pela 'excepção':
 Há quem queira trabalhar na prostituição.
  E, se o há, e há, devemos  impedi-lo? É assim tão difícil de perceber que a legalização da cuja só iria  ajudar a reduzir casos de exploração de que tantas falas e a precariedade do sector? Tornas a prostituição legal não é obrigar ninguém a prostituir-se mas sim dar a hipótese a quem o quer fazer.
Registado
HS
Visitante
« Responder #29 em: 18 de Fevereiro de 2013, 20:03 »


Regra que não pode ser feita pela excepção:
 Todas as pessoas querem trabalhar na prostituição.
Regra que pode ser feita pela 'excepção':
 Há quem queira trabalhar na prostituição.
  E, se o há, e há, devemos  impedi-lo? É assim tão difícil de perceber que a legalização da cuja só iria  ajudar a reduzir casos de exploração de que tantas falas e a precariedade do sector? Tornas a prostituição legal não é obrigar ninguém a prostituir-se mas sim dar a hipótese a quem o quer fazer.


A resposta que dei ao Bobby serve para ti...  Mr. Grin

Eu preocupo-me com os fracos.

Aqueles que correm por gosto que se defendam  Twisted Evil

PS: Mas como já disse anteriormente é um assunto do foro intimo de cada um..
Registado
Páginas: 1 [2] 3   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Termos de Utilização | Política de Privacidade | F.A.Q. | Admissão | Teste Diagnóstico

SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal